sábado, 10 de julho de 2010

Preço da pureza



Envolto numa penumbra de incertezas

Perdido num caminho confuso

Sentidos confundem-se com sentimentos

Sentimentos fundem-se com emoções


Palavras perdem o significado

Olhares miram apenas o horizonte

À espera de algo hermético

Descanso no berço do receio

Embalado pela mão da desconfiança


Quem mais, se não, o alter ego

Quem mais, se não, a fobia

Quem mais, se não, eu mesmo


De onde há de vir o lampejo

Em que túnel há de estar

Enfim, a luz?

5 comentários:

Lu disse...

Com certeza ;)
:********

Géssica Cerqueira disse...

Show seu blog.O post e o comentário. Super lindo!
Estou te seguindo ok?
Beijos

Cynthia Gonçalves disse...

Adorei seus textos!
Quando quiser me visite hojesouassimepronto.blogspot.com

O SEGREDO DOS ESCRITORES disse...

olá!
tudo bom???
muito prazer,me chamo Augusto César...
gostei muito do seu blogger. show de bola!
estou lhe seguindo,me siga também???
http://osegredodosescritores.blogspot.com/

Ana Carolina Aguiar Cavallari disse...

Adorei as escritas!! Parabéns!!!
Serás bem vindo caso queira visitar meu blog, em liberdadedeexpressaoacac.blogspot.com

Até mais!